Mapa - Somália (Somalia)

Mundo >  África >  Somália

Somália (Somalia)

Bandeira da Somália
Somália (em somali: Soomaaliya; الصومال, transl. ), oficialmente República Federal da Somália (em somali: Jamhuuriyadda Federaalka Soomaaliya; جمهورية الصومال الفدرالية, transl. ) e anteriormente conhecida como República Somaliana e como República Democrática da Somália, é um país localizado no Chife da África. Faz fronteira com o Djibuti no noroeste, Quênia no sudoeste, o Golfo de Aden com o Iémen a norte, o Oceano Índico a leste e com a Etiópia no oeste.

Na Antiguidade, a Somália foi um importante centro de comércio com o resto do mundo antigo. Seus marinheiros e mercadores eram os principais fornecedores de incenso, mirra e especiarias, os itens que foram considerados luxos valiosos para os antigos egípcios, fenícios, micênicos e babilônios com quem o povo Somali negociava. De acordo com a maioria dos estudiosos, a Somália é também o local onde o antigo Reino de Punt estava localizado. Os antigos Punties eram uma nação de pessoas que tinham relações estreitas com o Egito faraônico durante os tempos do faraó Sahure e da rainha Hatchepsut. As estruturas piramidais, templos e casas antigas de alvenaria em torno da Somália acredita-se que datam deste período. Na época clássica, várias antigas cidades-estado como Opone, Mosyllon e Malao, competiam com os sabeus, partos e axumitas pelo rico comércio indo-greco-romano que também floresceu na Somália.

O nascimento do Islã no lado oposto da costa da Somália no Mar Vermelho significou que os comerciantes somalis, marinheiros e expatriados que viviam na Península Arábica gradualmente ficaram sob a influência da nova religião através dos seus parceiros comerciais convertidos muçulmanos árabes. Com a migração de famílias muçulmanas que fugiam do mundo islâmico na Somália nos primeiros séculos do Islã e da conversão pacífica da população somali por estudiosos muçulmanos somalis nos séculos seguintes, as antiga cidades-estado gradualmente se transformaram nas islâmicas Mogadíscio, Berbera, Zeila, Barawa e Merca, que faziam parte da civilização Berberi. A cidade de Mogadíscio chegou a ser conhecida como a Cidade do Islão e controlou o comércio de ouro do Leste Africano durante vários séculos. Na Idade Média, vários poderosos impérios somali dominaram o comércio regional, incluindo o Estado de Ajuuraan, que era excelência em engenharia hidráulica e construção de fortalezas, o Sultanato de Adal, cujo general, Ahmed Gurey, foi o primeiro comandante Africano na história a usar canhões de guerra no continente durante a conquista do Adal pelo Império Etíope, e da Dinastia Gobroon, cujo domínio militar forçou os governadores do Império Omani no norte da cidade de Lamu a pagar tributo ao sultão somali Ahmed Yusuf. No final do século XIX, após o fim da Conferência de Berlim, impérios europeus partiram com seus exércitos para o Corno de África. As nuvens imperiais oscilando sobre a Somália alarmaram o líder dervixe Muhammad Abdullah Hassan, que se reuniu com soldados somali de todo o Chifre da África e começou uma das mais longas guerras de resistência colonial.

A Somália nunca foi formalmente colonizada. O Estado Dervixe repeliu com sucesso o Império Britânico por quatro vezes e obrigou-o a retirar-se para a região costeira. Como resultado de sua fama no Oriente Médio e na Europa, o Estado Dervixe foi reconhecido como um aliado pelo Império Otomano e o pelo Império Alemão, e manteve-se durante a Primeira Guerra Mundial como o único poder muçulmano independente no continente africano. Após um quarto de século, mantendo os britânicos na baía, os dervixes foram finalmente derrotados em 1920, quando o Reino Unido usou pela primeira vez na África aviões que bombardearam a capital, Taleex. Como resultado deste bombardeamento, os antigos territórios dervixes foram transformados em um protetorado da Grã-Bretanha. A Itália enfrentou situação semelhante quando sofreu a mesma oposição de sultões somalis e dos exércitos e não adquiriu o controle total de partes da Somália moderna até a era fascista, no fim de 1927. Esta ocupação durou até 1941 e foi substituído por uma administração militar britânica. O Norte da Somália continuaria a ser um protetorado e o sul da Somália tornou-se em 1949 uma tutela das Nações Unidas sob a administração italiana, o Protetorado da Somalilândia. A União das duas regiões, em 1960, formou a República Democrática Somali.

Devido aos laços de longa data com o Mundo Árabe, a Somália foi aceita em 1974 como membro da Liga Árabe. Para reforçar a sua relação com o resto do continente africano, a Somália se juntou a outras nações africanas, quando fundou a União Africana e começou a apoiar o ANC na África do Sul contra o regime do apartheid, além dos os separatistas eritreus na Etiópia durante a Guerra de Independência da Eritreia. Um país muçulmano, a Somália é um dos membros fundadores da Organização da Conferência Islâmica e é também um membro da ONU e MNA. Apesar do sofrimento constante de guerras civis e da instabilidade política, a Somália também tenta sustentar uma economia de livre mercado que, segundo a ONU, supera as de muitos outros países da África. A Somália é conhecida por ser um dos países mais corruptos do mundo, empatando com a Coreia do Norte.

Rebeldes da Somália. Em 1991 se viram grandes mudanças na Somália. O presidente Siad Barre foi derrubado pelos clãs do norte e do sul combinados com todas as forças das quais eram apoiadas e armadas pela Etiópia. E na sequência de uma reunião do Movimento Nacional Somali e anciões dos clãs do norte, a parte antiga do norte britânico do país declarou sua independência como a Somalilândia em maio de 1991, embora de facto independente e relativamente estável em relação ao sul tumultuada, não foi reconhecida pelo governo local e por nenhum governo estrangeiro.

Em janeiro de 1991, o presidente Ali Mahdi Muhammad foi escolhido presidente interino até uma conferência entre todas as partes interessadas a ser realizada em Djibuti (país vizinho) no mês seguinte para selecionar um líder nacional. Contudo, o Reino do Congresso Somali, tendo como líder militar o general Mohamed Farrah Aidid, o Movimento Nacional Somali tendo como líder Abdirahman Toor e o Movimento Patriótico Somali tendo líder Col Jess, se recusaram a reconhecer Mahdi como presidente.

Isto causou uma cisão entre o SNM, USC e SPM e os grupos armados, o Movimento Democrático Somali (SDM) e Aliança Nacional Somali (SNA), por um lado e no seio das forças USC. Este esforço levou a remover Barre, que ainda afirmou ser o presidente legítimo da Somália. Ele e seus partidários armados permaneceram no sul do país até meados de 1992, causando uma nova escalada da violência, especialmente no Gedo, Bay, Bakool, Lower Shabelle, Juba Inferior, Médio e regiões Juba. O conflito armado na USC devastou a região de Mogadíscio.

A guerra civil tem interrompido a agricultura e a distribuição de alimentos no sul da Somália. A base da maioria dos conflitos foram as fidelidades clã e competição por recursos entre os clãs rivais. James Bishop, o embaixador dos Estados Unidos para a Somália passada, explicou que há "concorrência para a água, pastagens, gado e… É uma competição que costumava ser travada com flechas e sabres… Agora é travada com AK-47s.". A resultante fome (cerca de 300 000 mortos) levou as Nações Unidas em 1992 a autorizarem uma operação de paz limitada a Operação das Nações Unidas na Somália I (UNOSOM I), que era limitada a usar força para autodefesa, ela logo foi ignorada pelos beligerantes.

Em reação à violência contínua e à catástrofe humanitária, os Estados Unidos organizaram uma coalizão militar com o propósito de criar um ambiente seguro no sul da Somália para a realização de operações humanitárias. Esta coligação, ("Unified Task Force" ou UNITAF) entrou na Somália em dezembro de 1992, na operação "Restore Hope" e foi bem-sucedida em restaurar a ordem e aliviar a fome. Em maio de 1993, a maioria das tropas dos Estados Unidos se retirou UNITAF e foi substituída pela Operação das Nações Unidas na Somália II (UNOSOM II). 
Moeda / Linguagem 
ISO Moeda Símbolo Algarismo significativo
SOS Xelim somaliano (Somali shilling) Sh 2
ISO Linguagem
EN Língua inglesa (English language)
IT Língua italiana (Italian language)
SO Língua somali (Somali language)
AR Língua árabe (Arabic language)
Neighbourhood - País  

Mapa - Somália (Somalia)

Latitude / Longitude : 6° 0' 0" N / 48° 0' 0" E | Fuso horário : UTC+3 | Moeda : SOS | Telefone : 252  

Mapa

Google-Mapa-Somália
Google
Google Earth-Mapa-Somália
Google Earth
OpenStreetMap-Mapa-Somália
OpenStreetMap
Mapa-Somália-Somalia_map_states_regions_districts.png
Somalia_map_states_r...
3000x3169
upload.wikimedia.org
Mapa-Somália-som1.jpg
som1.jpg
2442x3511
www.biyokulule.com
Mapa-Somália-Icu_somalia_map.png
Icu_somalia_map.png
2400x3112
upload.wikimedia.org
Mapa-Somália-map_of_somalia_with_cities.jpg
map_of_somalia_with_...
2450x2930
www.vidiani.com
Mapa-Somália-Map-of-the-Somali-Coast-and-Aden-Gulf-1860.jpg
Map-of-the-Somali-Co...
3417x2081
www.zonu.com
Mapa-Somália-Somalia_regions_map.png
Somalia_regions_map....
2348x3008
upload.wikimedia.org
Mapa-Somália-Un-somalia.png
Un-somalia.png
2349x2947
upload.wikimedia.org
Mapa-Somália-somali_pirate_attacks_map.jpg
somali_pirate_attack...
2000x2828
whiteafrican.com
Mapa-Somália-2008%2001.jpg
2008%2001.jpg
2000x2594
zenius.kalnieciai.lt
Mapa-Somália-31222d1291348795-new-somalia-map-wip-somalia_7small.jpg
31222d1291348795-new...
1754x2481
www.cartographersgui...
Mapa-Somália-31049d1290401763-new-somalia-map-wip-somalia_5_1.jpg
31049d1290401763-new...
1754x2481
www.cartographersgui...
Mapa-Somália-Somalia_Topography_en.png
Somalia_Topography_e...
1615x1960
upload.wikimedia.org
Mapa-Somália-political-map-of-Somalia.gif
political-map-of-Som...
1412x1977
www.ezilon.com
Mapa-Somália-road-map-of-Somalia.gif
road-map-of-Somalia....
1412x1955
www.ezilon.com
Mapa-Somália-Somalia-physical-map.gif
Somalia-physical-map...
1412x1889
www.ezilon.com
Mapa-Somália-Political_map_of_Somalia_showing_Jowhar.png
Political_map_of_Som...
1405x1689
upload.wikimedia.org
Mapa-Somália-somalia-map-20062.jpg
somalia-map-20062.jp...
1400x1512
newsofafrica.files.w...
Mapa-Somália-somalia_map.jpg
somalia_map.jpg
1234x1600
www.newsecuritybeat....
Mapa-Somália-Mapa-de-los-Grupos-etnicos-de-Somalia-6349.jpg
Mapa-de-los-Grupos-e...
1422x996
mapas.owje.com
Mapa-Somália-somalia_rel02.jpg
somalia_rel02.jpg
1080x1296
www.lib.utexas.edu
1 2 3 4 5 6 

Photograph

Somália-Educação-Almadow Overview
Educação
Almadow Overview
Somália-Educação-Ahmed Mohamed Mohamoud Silanyo - Chatham House 2010
Educação
Ahmed Mohamed Mohamoud Silanyo - Chatham House 2010
Somália-Educação-Lamadayawaterfalls6
Educação
Lamadayawaterfalls6
Somália-Educação-Scenes from Somaliland Independence Day (28988641004)
Educação
Scenes from Somaliland Independence Day (28988641004)
Somália-Educação-Somalia (Somaliland)(168)
Educação
Somalia (Somaliland)(168)
Somália-Educação-The National Archives UK - CO 1069-3-179
Educação
The National Archives UK - CO 1069-3-179
Somália-Educação-Sheikhisaaqmaydh
Educação
Sheikhisaaqmaydh
Somália-Educação-Somaliland (6936778013) (2)
Educação
Somaliland (6936778013) (2)
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
Somália
1 2 3 4 5 6 7 8 9 

Divisão administrativa

País, Estado, Região,...

Facebook

 mapnall@gmail.com