Linguagem - Língua basca

Linguagem  >  Língua basca

Língua basca

O basco (euskara, ) é o idioma ancestral dos bascos, povo que habita historicamente o País Basco, região que abrange uma área do nordeste da Espanha e sudoeste da França. É falado por 27% dos bascos em todos os territórios habitados por este grupo étnico (750.000 de um total de de habitantes). Destes, bascofalantes vivem na parte espanhola do País Basco, e na parte francesa.

Nas discussões acadêmicas a respeito da distribuição do basco na Espanha e França, costuma-se referir às três antigas províncias, na França, e a quatro províncias espanholas. Os falantes nativos do idioma estão concentrados numa área contígua que inclui partes das comunidades autônomas espanholas do País Basco e Navarra, e na metade ocidental do departamento francês de Pirenéus-Atlânticos (regiões de Miarritze, Baiona, Maule-Lextarre, Donapaleu). A Comunidade Autônoma Basca é uma entidade administrativa dentro do País Basco etnográfico, binacional, que incorpora as províncias espanholas tradicionais de Biscaia, Guipúscoa e Álava, que conservam sua existência como divisões político-administrativas.

Estas províncias e muitas regiões da Navarra são habitadas pelos bascos, porém o idioma basco havia, pelo menos até a década de 1990, praticamente desaparecido da maior parte de Álava, das partes ocidentais da Biscaia e do centro-sul da Navarra. No sudoeste da França, as províncias habitadas pelos antigos bascos eram Labourd, Baixa Navarra e Soule. Estas regiões foram juntadas a outras e consolidadas num único département em 1790, sob o nome de Basses-Pyrénées (Baixos Pirenéus), nome que existiu até 1970.

Uma forma padronizada do idioma basco, chamada de euskara batua, foi desenvolvida pela Academia da Língua Basca (Euskaltzaindia) no fim da década de 1960. O euskara batua foi criado para que a língua basca pudesse ser usada - e compreendida com facilidade por todos os falantes do basco - em situações formais (educação, mídia, literatura), e é usado principalmente para isto nos dias de hoje. Este basco padrão é ensinado e utilizado como idioma de estudo - opcional, paralelamente ao espanhol (castelhano) padrão obrigatório - na maior parte dos níveis educacionais da parte espanhola do País Basco, embora a intensidade, o status e os fundos destinados por organizações estatais a esta instrução do idioma basco varie de acordo com a região. Na França, a escola de língua basca Seaska e a associação pela instrução bilingue (basco e francês) Ikasbi suprem as necessidades de uma ampla gama de necessidades educacionais em basco até a educação secundária, embora tenha alguma dificuldade para superar obstáculos financeiros e administrativos.

Além desta versão padronizada, existem cinco outros principais dialetos bascos: o biscaio, o guipuscoano e o alto navarrês, na Espanha, e o navarrês-lapurdiano e o zuberoano na França. Embora recebam seus nomes das províncias histórias já mencionadas, as fronteiras dialetais não são idênticas às fronteiras destas províncias.

O basco já era falado muito antes dos romanos introduzirem o latim na Península Ibérica. Por não ter línguas aparentadas conhecidas, o basco é claramente diferente das outras línguas europeias, particularmente aquelas (que são a grande maioria) que têm relações de parentesco entre si no interior da família indo-europeia.

No basco, o nome do idioma é, oficialmente, euskara (juntamente com diversas outras formas dialetais). Existem atualmente três teorias etimológicas sobre este nome que são levadas a sério pelos linguistas e estudiosos do idioma, discutidas com maior detalhe na página sobre os bascos.

Em francês o idioma é chamado comumente de basque ou, mais recentemente, euskara. Já no espanhol existe uma grande variedade de termos espanhois para designar a língua; atualmente, é chamado mais comumente de vasco, lengua vasca ou euskera. Tanto os termos vasco quanto o "basco" do português vêm do etnônimo latino Vascones, que por sua vez remonta ao termo grego antigo ουασκωνους (ouaskōnous), etnônimo utilizado por Estrabão em sua Geografia (23 d.C., livro III).

O termo "vasconço" (em espanhol, vascuence), derivado do latim vasconĭce, adquiriu conotações negativas ao longo dos séculos, e não é bem-visto pelos falantes do basco, de maneira geral. Seu uso mais antigo foi documentado no século XIV, quando uma lei promulgada em Huesca decretava que Item nuyl corridor nonsia usado que faga mercadería ninguna que compre nin venda entre ningunas personas, faulando en algaravia nin en abraych nin en basquenç: et qui lo fara pague por coto XXX sol — essencialmente penalizando o uso do árabe, hebraico ou do "vasconço" com uma multa de 30 sols franceses.

País

Espanha

Espanha, conhecido como Reino de/da Espanha é um país principalmente localizado na Península Ibérica na Europa. Seu território também inclui dois arquipélagos: as Ilhas Canárias, na costa da África, e as Ilhas Baleares, no Mar Mediterrâneo. Os enclaves africanos de Ceuta e Melilla fazem da Espanha o único país europeu a ter uma fronteira física com um país africano (Marrocos). Várias pequenas ilhas no Mar de Alborão também fazem parte do território espanhol. A Espanha continental é limitada a sul e a leste pelo Mediterrâneo, exceto por uma pequena fronteira terrestre com Gibraltar; a norte e a nordeste pela França, por Andorra e pelo Golfo da Biscaia; e a oeste e noroeste por Portugal e pelo Oceano Atlântico. Com uma área de 505.990 quilômetros quadrados, a Espanha é o maior país da Europa Meridional, o segundo maior país da Europa Ocidental e da União Europeia (UE) e o quarto maior país de todo o continente europeu. Também é o sexto país mais populoso da Europa e o quinto da UE. A capital e maior cidade é Madri; outras grandes áreas urbanas incluem Barcelona, Valência, Sevilha, Málaga e Bilbao.

Os humanos modernos chegaram pela primeira vez na Península Ibérica há cerca de 35.000 anos. As culturas ibéricas, juntamente com antigos povoamentos fenícios, gregos, celtas e cartagineses, desenvolveram-se na península até o início do domínio romano por volta de 200 a.C., quando a região era denominada Hispânia, baseada no antigo nome fenício Spania. Com o colapso do Império Romano do Ocidente, confederações tribais germânicas migraram da Europa Central, invadiram a Península Ibérica e estabeleceram reinos relativamente independentes em suas províncias ocidentais, incluindo os suevos, alanos e vândalos. Eventualmente, os visigodos integrariam à força todos os territórios independentes remanescentes na península ao Reino de Toledo, incluindo as províncias bizantinas, o que de certa maneira unifica politicamente, eclesiasticamente e juridicamente todas as antigas províncias romanas ou reinos sucessores da antiga Hispânia.

França

França (France; 10px [//upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/c4/Fr-France.oga ouça] ), oficialmente República Francesa ([]), é um país, ou, mais especificamente, um Estado unitário localizado na Europa Ocidental, com várias ilhas e territórios ultramarinos noutros continentes. A França Metropolitana estende-se do Mediterrâneo ao Canal da Mancha e Mar do Norte, e do rio Reno ao Oceano Atlântico. É muitas vezes referida como L'Hexagone ("O Hexágono") por causa da forma geométrica do seu território e partilha fronteiras com a Bélgica e Luxemburgo a norte; Alemanha a nordeste; Suíça e Itália a leste; Espanha ao sul e com as micronações de Mônaco e Andorra. A nação é o maior país da União Europeia em área e o terceiro maior da Europa, atrás apenas da Rússia e da Ucrânia (incluindo seus territórios ultramarinos, como a Guiana Francesa, o país torna-se maior que o território ucraniano).

Por cerca de meio milênio, o país tem sido uma grande potência, com forte influência econômica, cultural, militar e política no âmbito europeu e global. Durante muito tempo a França exerceu um papel de liderança e hegemonia na Europa (principalmente a partir da segunda metade do e parte do XVIII). Ao longo daqueles dois séculos, a nação iniciou a colonização de várias áreas do planeta e, durante o e início do, chegou a constituir o segundo maior império da história, o que incluía grande parte da América do Norte, África Central e Ocidental, Sudeste Asiático e muitas ilhas do Pacífico. É conhecida como a terra natal da primeira grande enciclopédia do mundo, a chamada Encyclopédie, formada por 35 volumes e publicada entre 1751 e 1766, em pleno iluminismo do.

Linguagem

Basque language (English)  Lingua basca (Italiano)  Baskisch (Nederlands)  Basque (Français)  Baskische Sprache (Deutsch)  Língua basca (Português)  Баскский язык (Русский)  Euskera (Español)  Język baskijski (Polski)  巴斯克語 (中文)  Baskiska (Svenska)  Limba bască (Română)  バスク語 (日本語)  Баскійська мова (Українська)  Баски език (Български)  바스크어 (한국어)  Baskin kieli (Suomi)  Bahasa Basque (Bahasa Indonesia)  Baskų kalba (Lietuvių)  Baskisk (Dansk)  Baskičtina (Česky)  Baskça (Türkçe)  Баскијски језик (Српски / Srpski)  Baski keel (Eesti)  Baskičtina (Slovenčina)  Baszk nyelv (Magyar)  Baskijski jezik (Hrvatski)  ภาษาบาสก์ (ไทย)  Baskovščina (Slovenščina)  Basku valoda (Latviešu)  Βασκική γλώσσα (Ελληνικά)  Tiếng Basque (Tiếng Việt) 
 mapnall@gmail.com