Notícia - Coronavírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave 2 (SARS-CoV-2)

Notícia  >  Coronavírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave 2

Coronavírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave 2 (SARS-CoV-2)

O Coronavírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave 2 (abreviado para SARS-CoV-2, do inglês Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2), como denotado pelo Comitê Internacional de Taxonomia de Vírus (ICTV), anteriormente denominado novo coronavírus de 2019 (2019-nCoV), é um coronavírus, relatado pela primeira vez em 2019 e sequenciado geneticamente após testes de ácido nucleico em uma amostra de paciente positiva em um paciente com pneumonia durante o surto da COVID-19. Esse surto já infectou mais de pessoas, em 156 territórios, matando pessoas, em todo o mundo.

Segundo a OMS, pode ter havido transmissão limitada de humano para humano deste coronavírus nas famílias de pacientes, e um surto mais amplo é possível. No momento, nenhum tratamento específico para o novo vírus está disponível, mas os antivirais existentes podem ser "propostos".

Um novo estudo, de março de 2020, financiado pelo National Institutes of Health afirma que o novo coronavírus pode permanecer em superfícies de plástico e inox contaminadas por até três dias. Para o estudo, os pesquisadores compararam a "estabilidade superficial" do novo coronavírus com a do vírus SARS-CoV, que desencadeou a epidemia do SARS iniciada em 2002. Os pesquisadores descobriram que o novo coronavírus poderia permanecer no cobre por até quatro horas, em papelão por até 24 horas e em plástico e aço inoxidável por dois a três dias.

Nenhum tratamento específico está disponível no momento; portanto, o tratamento é focado no alívio dos sintomas, que podem incluir febre, tosse seca e dispneia. O Centro Chinês para Controle e Prevenção de Doenças (CCDC) está testando os tratamentos existentes contra pneumonia quanto à eficácia no tratamento de pneumonia relacionada ao coronavírus. Os antivirais existentes estão sendo estudados, incluindo inibidores de protease como indinavir, saquinavir e lopinavir/ritonavir, bem como o inibidor da RNA polimerase remdesivir. A interferona beta também está sendo estudada. A eficácia dos anticorpos monoclonais previamente identificados (mAbs) também está sob investigação.

Em 26 de fevereiro de 2020, os Estados Unidos iniciaram testes em humanos de um medicamento para tratar o novo coronavírus. O primeiro participante é um norte-americano que contraiu COVID-19 e foi evacuado do navio Diamond Princess atracado no Japão.

Linguagem

Severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 (English)  SARS-CoV-2 (Italiano)  SARS-CoV-2 (Nederlands)  SARS-CoV-2 (Français)  SARS-CoV-2 (Deutsch)  Coronavírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave 2 (Português)  SARS-CoV-2 (Русский)  SARS-CoV-2 (Español)  SARS-CoV-2 (Polski)  嚴重急性呼吸系統綜合症冠狀病毒2型 (中文)  Severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 (Svenska)  Coronavirusul sindromului respirator acut sever 2 (Română)  2019新型コロナウイルス (日本語)  2019-nCoV (Українська)  Нов коронавирус (Български)  2019년 신종 코로나바이러스 (한국어)  SARS-CoV-2 (Suomi)  SARS-CoV-2 (Bahasa Indonesia)  SARS-CoV-2 (Dansk)  SARS-CoV-2 (Česky)  Şiddetli akut solunum yolu sendromu koronavirüsü 2 (Türkçe)  Тешки акутни респираторни синдром коронавирус 2 (Српски / Srpski)  2019-nCoV (Slovenčina)  SARS-CoV-2 (Magyar)  โคโรนาไวรัสสายพันธุ์ใหม่ (ไทย)  SARS-CoV-2 (Slovenščina)  SARS-CoV-2 vīruss (Latviešu)  SARS-CoV-2 (Ελληνικά)  Coronavirus mới (Tiếng Việt) 
 mapnall@gmail.com