Bandeira nacional - Bandeira da Argentina

Bandeira nacional  >  Bandeira da Argentina

Bandeira da Argentina

A bandeira da Argentina é um dos símbolos oficiais da República Argentina, juntamente com o Laço Nacional, o Escudo da República e o Hino Nacional. A atual versão da bandeira foi concebida por Manuel Belgrano com base no laço nacional e foi apresentada primeiramente em 1812 como símbolo da Guerra da Independência. A Bandeira nacional foi aceita oficialmente em 1816, no ato de ratificação da Declaração de Independência. Conhecida como "Celeste", devido a cor azul de "um céu durante o dia nos ângulos normais de visada", é dividida em três faixas horizontais com o "Sol de Maio" ao centro.

Nos primeiros anos da Guerra da Independência, o general Manuel Belgrano percebeu que na região de Rosario, ambas as tropas "realistas" e "separatistas" trajavam as cores da metrópole (amarelo e vermelho). Belgrano, então, criou um laço nas cores azul-celeste e branco, que haviam sido usadas pelos criollos durante a Revolução de Maio. O laço, uma vez aprovado pelo Triunvirato em 1812, tornou-se adereço das tropas argentinas e utilizando as mesmas cores, Belgrano criou uma bandeira de três faixas horizontais. A bandeira criada por Belgrano foi usada pela primeira vez em 27 de fevereiro de 1812 em uma fortificação às margens do rio Paraná. Ao contrário do laço, o Triunvirato não aceitou a bandeira criada por Belgrano, com o argumento de que bonapartistas poderiam interpretar a criação de uma bandeira como ato de rebeldia.

O Triunvirato enviou uma carta advertindo Belgrano sobre o uso da bandeira. Contudo, quando a carta chegou ao destino, Belgrano já havia deslocado-se para o norte do país. A bandeira foi hasteada primeiramente em 23 de agosto de 1812 no topo da Igreja de São Nicolau de Bari, onde atualmente ergue-se o Obelisco de Buenos Aires. Sem ciência da carta, Belgrano levou a bandeira junto de si na sua missão no norte do país; na paróquia de San Salvador de Jujuy a bandeira foi abençoada pelo padre local e jurada pelos soldados. Belgrano tomou conhecimento da carta quando chegou a localidade de Salta, garantindo a seus partidários que a bandeira seria reservada para a eventual vitória na Guerra de Independência. O Segundo Triunvirato, na Assembleia do ano XIII, adotou uma ideologia mais liberal com relação ao anterior. Apesar de não declarar uma bandeira oficial, aprovou o uso da bandeira de Belgrano como bandeira de guerra. Em 1813, os argentinos venceram o general Pío de Tristán na primeira batalha com a nova bandeira.

Em 20 de julho de 1816, a bandeira de Belgrano foi declarada oficialmente a bandeira nacional da Argentina, juntamente com a Declaração de Independência. Em 1818, o Congresso incluiu o Sol de Maio na bandeira de guerra, mantendo a bandeira civil tal como Belgrano a concebeu. Posteriormente, o símbolo foi incluído na bandeira civil, representando a identidade cultural argentina ao invés de guerra.

Em 1957, o governo inaugurou o Monumento Nacional a la Bandera, em Rosario, um complexo de 10.000 m² em homenagem a criação da Bandeira argentina.

Seu desenho consiste em um retângulo de proporção largura-comprimento de 9:14 dividida horizontalmente em três faixas de mesma largura nas cores azul-celeste com uma listra branca a separá-las. Na lista central encontra-se o Sol de Maio, com 32 raios, sendo 16 ondulantes e 16 acrobáticas na cor dourada com detalhes em marrom. Segundo a tradição, a ideia de se colocar o Sol de Maio deve-se ao olhar que o General Belgrano dirigiu ao céu antes da Batalha do Paraná. O emblema solar é um ícone importante na Argentina e apareceu em anteriores versões da bandeira. Embora o país tenha tido outras bandeiras, esta sempre foi oficial desde a Revolução de Maio.

As cores oficiais da Bandeira argentina são definidas através do padrão conhecido como "CIE 1976":

Bandeira nacional 
Bandeira da Argentina

País - Argentina

Argentina, oficialmente República Argentina, é o segundo maior país da América do Sul em território e o terceiro em população, constituída como uma federação de 23 províncias e uma cidade autônoma, Buenos Aires, capital do país. É o oitavo maior país do mundo em área territorial e o maior entre as nações de língua espanhola, embora México, Colômbia e Espanha, que possuem menor território, sejam mais populosos.

A área continental da Argentina está entre a cordilheira dos Andes a oeste e o oceano Atlântico, a leste. Faz fronteira com o Paraguai e Bolívia ao norte, com o Brasil e Uruguai a nordeste e com o Chile a oeste e sul. A Argentina reivindica uma parte da Antártida, sobrepondo as reivindicações do Chile e do Reino Unido no continente antártico, mesmo após todas as reivindicações terem sido suspensas pelo Tratado da Antártida de 1961. O país reivindica ainda as Ilhas Malvinas (Islas Malvinas) e Geórgia do Sul e Sandwich do Sul, que são administradas pelo Reino Unido como territórios britânicos ultramarinos.
Neighbourhood - País  

  •  Bolívia 
  •  Brasil 
  •  Chile 
  •  Paraguai 
  •  Uruguai 

Linguagem

Flag of Argentina (English)  Bandiera dell'Argentina (Italiano)  Vlag van Argentinië (Nederlands)  Drapeau de l'Argentine (Français)  Flagge Argentiniens (Deutsch)  Bandeira da Argentina (Português)  Флаг Аргентины (Русский)  Bandera de la Argentina (Español)  Flaga Argentyny (Polski)  阿根廷国旗 (中文)  Argentinas flagga (Svenska)  Drapelul Argentinei (Română)  アルゼンチンの国旗 (日本語)  Прапор Аргентини (Українська)  Национално знаме на Аржентина (Български)  아르헨티나의 국기 (한국어)  Argentiinan lippu (Suomi)  Bendera Argentina (Bahasa Indonesia)  Argentinos vėliava (Lietuvių)  Argentinas flag (Dansk)  Argentinská vlajka (Česky)  Arjantin bayrağı (Türkçe)  Застава Аргентине (Српски / Srpski)  Argentina lipp (Eesti)  Vlajka Argentíny (Slovenčina)  Argentína zászlaja (Magyar)  Zastava Argentine (Hrvatski)  ธงชาติอาร์เจนตินา (ไทย)  Σημαία της Αργεντινής (Ελληνικά)  Quốc kỳ Argentina (Tiếng Việt) 
 mapnall@gmail.com